De palavra, enfim
     
O coveiro

Num repente,
das mãos lhe cai
a pá.

Jamais soube que,
finalmente,
construíra o próprio
lar.

Escrito por Maurice às 13h12
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
CONTATO


HISTÓRICO
OUTROS SITES
UOL - O melhor conteúdo
Cinco Rios

VOTAÇÃO
Dê uma nota para meu blog!

RECOMENDAÇÃO
Indique este blog